A discussão sobre o prazo ideal para se investir na bolsa de valores sempre gera polêmica e parece interminável. O ideal é mesmo investir em ações para longo prazo? Quais são as ferramentas mais adequadas para basear a tomada de decisão para aplicações dessa natureza? Neste artigo, procuramos acrescentar alguns insights para te auxiliar nesta difícil escolha.

Existem várias técnicas para se avaliar um ativo. O tape reading e a análise gráfica, por exemplo, são excelentes formas para fundamentar decisões de curto prazo.

Para investimentos de longo prazo, no entanto, é necessária uma capacidade de projetar cenários futuros. Sendo assim, a análise dos fundamentos macroeconômicos e os dados divulgados pelas empresas são essenciais. A análise gráfica também é uma ferramenta muito útil para identificação de tendências de mais longo prazo. Concordamos com a máxima: “the trend is your friend”.

Existem diversas formas para se investir na bolsa de valores. Dentre as mais comuns, podemos citar:

Day trade

São as operações que têm início e fim no mesmo dia. O objetivo é lucrar com oscilações de preço. Um day trader procura diversas oportunidades ao longo de um dia de pregão na bolsa de valores, sempre que identifique uma configuração que se encaixe na sua estratégia.

Normalmente, o trader que executa operações de day trade utiliza a análise gráfica para identificação de suportes e resistências. No entanto, o foco tende ser a atuação dos players que movimentam o preço.

Swing trade

Swing trade é o tipo de operação mais versátil, que pode ser de curto ou médio prazo. O período que a operação dura depende do momento do mercado e da estratégia do trader. Normalmente esses trades variam entre alguns dias e algumas semanas.

Para análise dos movimentos das ações interessantes para o swing trade, o investidor deve buscar uma compatibilização entre o movimento dos gráficos semanais, diário e 60 minutos. Quando esses tempos apontam para a mesma direção, há uma boa probabilidade de obter êxito na operação.

É importante ressaltar que operações de swing trade, assim como as de day trade, se baseiam mais no preço do que em fundamentos. Afinal, dentro da janela de tempo em que o investidor estará posicionado é pouco provável uma alteração brusca no cenário macro.

Investimento a longo prazo

O investimento a longo prazo pode ter duração de meses, anos e até décadas, dependendo da estratégia e dos objetivos do investidor. Para tomada de decisão, são levados em consideração dados macroeconômicos, resultados financeiros das empresas, indicadores e perspectivas para o mercado em que a empresa atua. Neste tipo de operação, o investidor tomará decisões com um foco diferente das operações de day trade e swing trade. O preço passará a ser um fator secundário.

O objetivo será identificar ativos que geram valor. Neste sentido, a queda dos preços abrirá oportunidades para esse tipo de investidor, afinal ele está buscando montar uma posição naquele ativo, tentando comprar sempre pelo menor preço possível. O intuito é ter o maior número de ações pelo menor preço, visando sua valorização a longo prazo.

É importante ressaltar que uma forma de investimento não exclui a outra. Inclusive, é recomendável que você diversifique, caso tenha capital suficiente e acompanhamento profissional.

Respondendo à pergunta central do texto, a bolsa de valores é, sim, uma boa opção para investimentos de longo prazo. Com um objetivo de longo prazo, o investidor não só absorve as oscilações do mercado, como não tem a necessidade de acompanhar o mercado minuto a minuto.

Outra vantagem é o risco menor, pelo fato de uma queda momentânea nos preços não pesar de forma significativa na rentabilidade total, já que a continuidade da operação dilui esse impacto.

A valorização das ações de uma empresa não diz respeito apenas à sua condição econômica, mas também à evolução apresentada pelo seu setor de atividade, bem como à política econômica imposta pelo governo.

O gráfico abaixo se refere ao valor das ações da empresa Magazine Luiza SA nos últimos cinco anos. Ou seja, quem investiu na compra de ações com objetivo de longo prazo viu o valor passar de R$7,47 em 2014 para R$169,93 em novembro de 2018. É possível observar que, ao longo dos cinco anos, houve também períodos de queda no valor da ação. Porém, tais quedas de preço não causaram impacto para quem manteve sua posição com o objetivo de maiores ganhos a longo prazo.

bolsa de valores

Vale a pena considerar também o fato de que a nossa democracia ainda é “jovem”, e as instituições instáveis. Basta lembrar que, em menos de 30 anos, o Brasil já passou por dois impeachments presidenciais e diversas crises econômicas. Num cenário incerto como esse, é preciso ter cautela para fazer projeções muito longas que sirvam de base para investimentos de longo prazo. Clique aqui e sabia mais sobre por onde começar a investir.

Rafael Mendes

About Rafael Mendes

Formado em direito, com MBA em Gestão de Projetos e certificado pelo Sebrae em Análise e Planejamento Financeiro. Atualmente, é operador de dólar, índices e ações, além de responsável pela geração de conteúdo da WM e por auxiliar na área educacional.

Leave a Reply